História de Alagoa Grande

Alagoa Grande, considerada o portal do brejo paraibano, foi povoado em 1847, mas apenas em 1864 foi oficialmente realmente fundada. 

Na quela época Alagoa Grande era habitada na sua maioria por holandeses e portugueses, eles moravam nos grandes casarões que se encontram próximo a igreja matriz da igreja católica no centro da cidade.

Recebeu o primeiro nome de Lagoa do Paó, depois Lagoa Grande e por fim em 1865 recebeu o nome de Alagoa Grande, ano em que foi fundada a igreja matriz da igreja católica. Foi neste ano em que também em que o município recebeu o título de cidade, pois no século XIX um dos critérios para se ter uma cidade era a presença de uma igreja matriz.

Um dos fatos marcantes na história de Alagoa Grande foi a do dia 17 de Julho de 2004 a barragem de Camará, localizada no município de Alagoa Nova, se rompeu. Esse rompimento elevou consideravelmente o nível do Rio Mamanguape inundando tanto as cidades de Alagoa Nova, Alagoa Grande, chegando a atingir também o município de Areia.

De acordo com relato de informantes o nível do rio subiu bastante que rapidamente as ruas e casas da cidade já estavam inundadas. A água atingiu cerca de dois metros de altura e até hoje ainda é perceptível em algumas propriedades.

Os habitantes passaram três meses sem telefone, água e energia elétrica. A cidade tornou-se um verdadeiro caos. Houve bastantes saques durante o período da enchente. Pessoas morreram e mais de 1600 ficaram desabrigados.

Embora a cidade tenha se estagnado economicamente ao longo da segunda metade do século XX (com a população ao invés de aumentar, diminui, principalmente por causa do êxodo para as grandes cidades) apresenta um grande potencial turístico que pode ser economicamente explorado, tanto o turismo histórico quanto o ecológico.



Comentários